Sem categoria

Ilha da Figueira é o bairro com mais casos de coronavírus em Jaraguá

Em seguida aparece a região central com mais casos ativos. 

21/07/2020

Por

Ilha da Figueira é o bairro com mais casos de coronavírus em Jaraguá

Com 74 casos confirmados, o bairro Ilha da Figueira é a região com mais pacientes infectados pelo novo coronavírus em Jaraguá do Sul. Os números divulgados levam em consideração os dados atualizados da última segunda-feira (20) quando o município possuía 779 casos da doença e nove óbitos.

Leia mais:

Segundo o secretário de Saúde, Alceu Morretti, o possível motivo para que a região tenha um maior número de pacientes positivados é devido a localidade ser uma das mais populosas da cidade. O bairro tem uma população superior a 10 mil habitantes, conforme dados do IBGE

De acordo com a secretaria de saúde, em seguida aparece o Centro (66), Barra do Rio Cerro (45) e Amizade (38). 

Apesar da Figueira ser o local com mais casos ativos, é o bairro Tifa Martins com maior registros de mortes. Até o momento, três pessoas que moravam na localidade perderam a vida em decorrência da covid-19.

Desde o início da pandemia, os casos por bairro não estavam sendo divulgados pela prefeitura de Jaraguá do Sul. Segundo  Moretti, mediante diagnóstico as informações eram avaliadas por profissionais para monitorar a incidência de novos casos em cada localidade no município.

Cautela na leitura dos dados

O diretor de Comunicação, Giovane Mazzini Oleiro, considera que esses dados contribuem com a transparência já adotada pela Prefeitura em relação aos dados e números sobre Covid apresentados aos jaraguaenses, que agora passam a acompanhar a situação de como está o seu bairro e sua região.

“Porém, é importante deixar bem claro que o vírus está espalhado pela cidade inteira e não podemos considerar que determinada região está tranquila e outra está muito contaminada”, pondera.

Giovane Mazzini argumenta que ainda há muitos casos assintomáticos e não tem como precisar aonde cada contágio acontece. “Às vezes, a pessoa mora em um bairro, mas pode ter se contaminado no seu local de trabalho, que fica em outro bairro”, exemplifica.

Assim, ele alerta que as informações do mapa servem como referência, principalmente para orientar ações da administração municipal, e a população não deve pensar que determinado bairro está mais seguro do que outro.

Conforme o secretário de saúde, é necessário que a população continue seguindo os hábitos de higiene para evitar a transmissão da covid-19.

Jaraguá  vive o pico da doença e é uma das regiões consideradas em nível gravíssimo para o contágio do novo coronavírus, segundo o governo de Santa Catarina.

A alta nos casos motivou um novo decreto da administração municipal, que proibiu a partir desta segunda-feira a circulação do transporte coletivo, a realização de cultos e missas presenciais e treinamentos coletivos e individuais de contato.

Na última segunda-feira (20), a cidade registrou três mortes em um único dia. É o maior número de óbitos registrados em 24 horas desde o primeiro caso na região.

Notícias relacionadas

x