Economia

Índice de Governança Municipal coloca Jaraguá do Sul entre as top 10

O Índice CFA de Governança Municipal  foi criado com o intuito de auxiliar gestores públicos a entender quais seriam as possíveis oportunidades de melhorias em seu Município.

15/01/2021

Por

Índice de Governança Municipal coloca Jaraguá do Sul entre as top 10

Jaraguá do Sul é a cidade catarinense com população superior a 100 mil habitantes mais bem posicionado no Índice de Governança Municipal (IGM-CFA) 2020 e a sétima em nível Brasil.

Lançado em 2016, o Índice CFA de Governança Municipal (IGM-CFA) foi criado com o intuito de auxiliar gestores públicos a entender, por meio de dados consolidados, quais seriam as possíveis oportunidades de melhorias em seu Município.

Leia mais:

O IGM-CFA consiste em uma métrica da governança pública nos municípios brasileiros a partir de três dimensões: Finanças, Gestão e Desempenho. É elaborado a partir de dados secundários e considera áreas como saúde, educação, saneamento e meio ambiente, segurança pública, gestão fiscal, transparência, recursos humanos, planejamento e outras.

O banco de dados municipais é extraído de bases públicas como Secretaria do Tesouro Nacional, IBGE, PNUD e DataSUs.

O Índice CFA de Governança Municipal se destaca e se diferencia de todos os demais índices já utilizados no contexto brasileiro para mensuração da performance municipal uma vez que contempla uma visão mais ampliada sobre as dimensões da governança pública, e em especial, sobre a relação entre a dimensões fiscal, gestão e desempenho.

O CFA – Conselho Federal de Administração participa desse trabalho. A divulgação do IGM-CFA é recente e aponta Jaraguá do Sul no grupo seleto das 163 cidades mais bem avaliadas no Brasil, com índice de 7,75, onde Indaiatuba (SP) lidera com 8,11.

O IGM geral de Jaraguá do Sul é 7,75, média do índice 7,46 relacionado a finanças, 7,34 de gestão e 8,46 de desempenho.

Melhor de SC e em sétimo em nível de Brasil – O IGM-CFA distribuiu os municípios em oito grupos, por faixa de população, sendo que o grupo oito, onde Jaraguá do Sul e mais 162 cidades com mais de 100 mil habitantes estão incluídas, são as de PIB per capita mais elevado. O de Jaraguá, por exemplo, é de R$ 49.925,22.

O IGM – Desempenho, de 8,46, que avalia os resultados de políticas públicas para a sociedade, mostra para a educação, em Jaraguá, com avaliação de 9,21, em saúde 7,84, em saneamento e meio ambiente 8,04, em visibilidade social 10,00 e segurança 7,20.

No grupo, os líderes são Indaiatuba, Jundiaí, São José do Rio Preto, Curitiba, São Bernardo do Campo e Leme, depois vem Jaraguá do Sul, São José dos Campos e Sorocaba. Das cidades catarinenses, Brusque está em na 10ª colocação, Joinville (14ª), Chapecó (16ª), Balneário Camboriú (21ª), Criciúma (34ª), Itajaí (47ª), Florianópolis (50ª) e Lages (76ª).

No Vale do Itapocu, dentro dos grupos por faixa populacional, o IGM-CFA de Guaramirim é 6,51, de Schroeder 6,67, de Massaranduba 7,06, de Barra Velha 6,52, de Corupá 6,48 e de São João do Itaperíu 5,19.

Notícias relacionadas

x