Mundo

Mais de dez pessoas morreram em explosão a ônibus do Exército em Damasco

O atentado é o mais grave na capital desde 2017, quando um ataque, reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico, atingiu o Palácio da Justiça

20/10/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Mais de dez pessoas morreram em explosão a ônibus do Exército em Damasco

SANA / via AP Photo

Uma explosão que destruiu um ônibus do Exército sírio na manhã desta quarta-feira (20), matou pelo menos 13 pessoas e deixou outras três feridas. O ataque aconteceu quando o veículo atravessava a ponte de Al Raes em horário de pico no Centro do Damasco. 

Conforme a agência oficial local, SANA, o ataque foi realizado com dois artefatos explosivos e é o mais sangrento em anos na capital do país. A unidade do Exército desativou ainda uma terceira bomba. 

O atentado é o mais grave na capital desde 2017, quando um ataque, reivindicado pelo grupo jihadista Estado Islâmico, atingiu o Palácio da Justiça matando pelo menos 30 pessoas.

Na região de Idleb, no noroeste do país, controlada por rebeldes, pelo menos oito pessoas, incluindo cinco civis, morreram hoje em bombardeios do Exército, informou uma organização não governamental.

Damasco não tinha sido atingida pela violência nos últimos anos, especialmente desde que os militares e milícias aliadas tomaram o último reduto rebelde perto da capital. 

Até o momento não houve reivindicação da responsabilidade do ataque.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp! 

Notícias relacionadas

x