Jaraguá

MPSC lança programa de aprendizagem profissional para adolescentes de Jaraguá

Segundo dados de 2019 do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude, 468 empresas de Jaraguá do Sul se enquadravam na obrigatoriedade de contratar aprendizes

02/09/2021

Por

MPSC lança programa de aprendizagem profissional para adolescentes de Jaraguá

Arquivo JDV

Uma iniciativa do Ministério Público vai levar aos jovens e adolescentes em situação de vulnerabilidade social oportunidades de aprendizagem profissional em empresas de Jaraguá do Sul. A proposta é uma ação da 7ª Promotoria de Justiça, que atua na área da Infância e Juventude, que implantou no município o programa “Trabalhando Juntos”, desenvolvido pelo Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude do Ministério Público de Santa Catarina.

O objetivo é que os adolescentes em situação de acolhimento institucional, que cumpram medidas socioeducativas em meio aberto ou em situação de evasão escolar sejam contratados para vagas de Jovem Aprendiz.

O coordenador do projeto na Comarca de Jaraguá do Sul, Promotor de Justiça Marcelo José Zattar Cota, explica que a iniciativa é importante porque ajuda no combate à evasão escolar e à falta de perspectiva de crescimento profissional de jovens e adolescentes.

O “Trabalhando Juntos” será a ponte entre as empresas, que precisam contratar, e os jovens e adolescentes que estiverem dentro dos requisitos de contratação. O lançamento oficial do projeto ocorreu no dia 24 de agosto em reunião virtual, mas as atividades de organização e planejamento já estão ocorrendo desde maio deste ano.

Mais de 30 adolescentes já passaram pela iniciação profissional

Um dos primeiros resultados do projeto em Jaraguá do Sul foi a formatura de 32 adolescentes que passaram pelo curso de iniciação profissional. Ao terminar os dois meses e meio de curso, os jovens e adolescentes são encaminhados a vagas de aprendiz em empresas que aderiram ao programa. Agora, os perfis dos jovens concluintes serão encaminhados para as empresas. Elas selecionam os jovens que melhor se adequarem às vagas.

Outra ação foi a apresentação do projeto aos empresários locais. O objetivo foi conscientizá-los sobre a obrigatoriedade de contratação de adolescentes e jovens para as vagas de Jovem Aprendiz e sobre a importância social de oferecer essas vagas a jovens e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Já foi feito o contato com as empresas para mapear o número de oportunidades que poderiam ser ofertadas.

Segundo dados de 2019 do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude, 468 empresas de Jaraguá do Sul se enquadravam na obrigatoriedade de contratar aprendizes. Das 1.790 vagas de Jovem Aprendiz nessas empresas, 483 não estavam ocupadas.

Cota ressalta que o objetivo é que o trabalho em conjunto do MPSC com os órgãos parceiros possa sensibilizar as empresas a aderirem ao projeto, para assim, oportunizarem aos jovens a contratação para aperfeiçoamento profissional.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x