Economia

‘Perdemos 80% da nossa plantação’: agricultores reagem à chuva de granizo na Serra Catarinense

Fenômeno foi registrado na terça-feira (08)

09/11/2022

Por

Produtores rurais já estão contabilizando os prejuízos causados pelas chuvas de granizo registradas esta semana na Serra Catarinense. Na terça-feira (08), Rio Rufino, Urubici e São Joaquim foram as cidades mais atingidas pelo fenômeno, que atingiu as plantações dos agricultores.

Nas imagens que circulam pelas redes sociais, as ruas estão cobertas pelo gelo e se assemelham à neve. Desde o início deste mês, a Serra vem registrando fenômenos climáticos atípicos nesta época do ano. No dia primeiro de novembro, a cidade de Urubici registrou neve pela primeira vez na história no mês de novembro.

O produtor de morangos e amoras, Roberto Carlos de Souza, morador da Estrada Geral Rio do Tigre, em Rio Rufino, relatou uma perda de mais de 80% nas plantações.


Estrada Geral Rio do Tigre Rio Rufino | Foto: Roberto Carlos de Souza


“Tivemos uma surpresa com o clima, registramos uma perda de mais de 80% em nossas plantações de morango e amora. Fica um sentimento de tristeza, trabalhamos duro, nos dedicamos e, de repente, em alguns minutos ficamos sem nada”, afirmou Roberto.


De acordo com o engenheiro agrônomo Ricardo Arruda, nesta época do ano os frutos estão pequenos e os produtores ainda podem recuperar os estragos com cuidados e tratamentos no manejo dos pomares. As coberturas podem ajudar no bloqueio da chuva às plantações, além de seguros rurais e de próprio custeio, que ajudam a identificar riscos nas áreas rurais.A produtora de maçãs Sandra Oderdenge, moradora da Localidade Fundos do Tamanduá, em Rio Rufino, destacou como os prejuízos na safra podem afetar a mão de obra.

“Começamos o raleio das maçãs esta semana, então muitas pessoas dependem do emprego, não apenas nós. Os prejuízos vão afetar a safra, ficamos tristes, mas confiantes para que no ano que vem melhore as condições”, relatou Sandra.

Vale do Caminhos da Neve, São Joaquim | Foto: Mycchel Legnaghi

No Vale do Caminhos da Neve, situado a cerca de 3 km do centro de São Joaquim, o dia amanheceu nesta quarta-feira (9), com a temperatura perto de 0ºC. As gramíneas das plantações ficaram cobertas por uma fina camada de gelo e, até mesmo as pequenas maçãs, em desenvolvimento para a próxima safra, tiveram a formação de gelo no fruto, provocando avarias na plantação.

A estação oficial do cidade, na rede do INMET, marcou o registro de 0.7ºC durante o amanhecer desta quarta, marcando a geada de número 134 no ano de 2022 no topo da serra.

Segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, as chuvas são devido a instabilidades que estão presentes na atmosfera, combinadas com a atuação da circulação marítima, trazendo chuva às regiões do estado. Os temporais vêm acompanhados de descargas elétricas, rajadas de vento e queda de granizo.

 

Conteúdo publicado originalmente por SCC10

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

 

 

Notícias relacionadas

x