Política

Posse dos deputados estaduais na Alesc: você sabe como fiscalizar seu candidato?

Fiscalizar gastos também é direito do cidadão

01/02/2023

Por

Os deputados estaduais de Santa Catarina eleitos no pleito de 2022 tomam posse na manhã desta quarta-feira (1º), na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), em Florianópolis. Dos 617 candidatos, 40 deles foram eleitos para, entre as principais responsabilidades, representar as demandas da população, propor e aprovar Projetos de Lei, fiscalizar o poder executivo e os gastos do estado pelos próximos quatro anos.

Já que os deputados estaduais eleitos em 2022 representam a população catarinense de 2023 a 2027, é importante acompanhar o trabalho dos candidatos eleitos. Pensando nisso, o SCC10 reuniu dicas e ferramentas que ajudam a acompanhar os gastos e atividades dos parlamentares.

Fiscalizar gastos também é direito do cidadão

O direito ao acesso de gastos e orçamentos das instituições públicas é assegurado pelas Leis Federais, pela Lei Complementar 131/2009 e da Lei 12.527/2011. Segundo o artigo 1º da Lei Complementar 131, a transparência também é uma forma de incentivar a população a participar da política.

A principal forma de fiscalizar os gastos de um deputado estadual é pelo portal de transparência da Alesc. Nele, é possível, por exemplo, acessar os gastos com almoxarifado, aluguel, assinatura de televisão a cabo, combustíveis, correspondências, diárias, gráfica, inscrições, passagens, reembolsos, contas de telefone e uso de veículos de cada parlamentar, por ano, desde 2011.

Além disso, é possível acessar gastos como salário de servidores, pagamentos a credores ou atos normativos. Segundo a Alesc, caso não encontre uma informação explícita no portal, qualquer cidadão pode solicitar, pela Lei de Acesso à Informação, por um protocolo na instituição.

Canais diretos

Na aba ‘conheça os deputados‘ da Alesc, é possível encontrar canais diretos para que a população entre em contato diretamente com a equipe do deputado eleito. Além do endereço de e-mail, é possível acessar o número da sala e o número de telefone.

Além dos canais oficiais, as redes sociais, como Twitter, Instagram, Facebook ou Tik Tok, podem ser aliadas para um contato direto da população com o político

Conheça os deputados eleitos, na ordem de mais votados:

Ana Campagnolo (PL) – 196.571
Luciane Carminatti (PT) – 92.478
Antídio Lunelli (MDB) – 74.500
Sargento Lima (PL) – 71.185
Mauro de Nadal (MDB) – 67.065
Mauricio Eskudlark (PL) – 65.638
Jerry Comper (MDB) – 64.145
Paulinha (PODE) – 58.694
Zé Milton (PP) – 56.585
Mario Motta (PSD) – 56.363
Jessé Lopes (PL) – 55.013
Fernando Krelling (MDB) – 54.320
Julio Garcia (PSD) – 49.958
Marcos Vieira (PSDB) – 48.466
Carlos Humberto (PL) – 46.445
Altair Silva (PP) – 46.086
Volnei Weber (MDB) – 45.995
Ivan Naatz (PL) – 45.304
Camilo Martins (PODE) – 44.925
Sergio Motta (REPU) – 44.666
Berlanda (PL) – 41.488
Marquito Marcos José Abreu (PSOL) – 40.329
Dr. Vicente (PSDB) – 39.797
Marcius Machado (PL) – 39.749
Neodi Saretta (PT) – 38.729
Napoleão Bernardes (PSD) – 36.923
Fabiano da Luz (PT) – 34.972
Delegado Egidio Ferrari (PTB) – 34.912
Tiago Zilli (MDB) – 33.733
Jair Miotto (UNIÃO) – 33.682
Massocco (PL) – 31.659
Pepê Collaço (PP) – 28.809
Rodrigo Minotto (PDT) – 28.685
Repórter Sérgio Guimarães (UNIÃO) – 27.977
Oscar Gutz (PL) – 26.812
Padre Pedro (PT) – 26.803
Marcos da Rosa (UNIÃO) – 25.845
Soratto (PL) – 25.622*
Lucas Neves (PODE) – 23.053
Matheus Cadorin (NOVO) – 12.390

*Maurício Peixer (PL), primeiro suplente na fila dos deputados estaduais do Partido Liberal, com 22.028 votos, assume no lugar de Estener Soratto (PL). Uma vez que Soratto assumiu como Secretário de Estado da Casa Civil a convite do governador Jorginho Mello (PL).

 

Conteúdo original publicado por SCC10

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? Participe do nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

Siga nosso canal no youtube também @JDVDigital

Notícias relacionadas

x