Guaramirim

Prefeitura orienta sobre casos de óbitos com causas naturais

Saiba mais:

30/11/2023

Por

Estudante da 5ª fase de Design, curiosa por natureza e apaixonada pelo que faz.

PREFEITURA DE GUARAMIRIM – Diariamente, acontecem milhões de óbitos com diversas causas, entre elas aquelas consideradas “naturais”, ou seja, aquelas mortes que acontecem em hospitais, casas ou em vias públicas, sem suspeita de ação violenta ou causa externa.

Prefeitura orienta sobre casos de óbitos com causas naturais

Quando se deparam com uma situação como estas, não raramente as pessoas ficam sem saber como agir, e foi justamente para orientar a população que a Prefeitura de Guaramirim realizou uma reunião com órgãos que trabalham de forma integrada na condução dos óbitos no município.

 

 

A orientação é de que, quando constatado o óbito com causas naturais, a população não deve contatar imediatamente a funerária, mas sim, primeiro os bombeiros, que irão até o local, verificarão o óbito e darão as orientações seguintes.

 

As Polícias Civil e Científica só devem ser acionadas em casos de mortes violentas, ou que tenham alguma possibilidade de terem acontecido por violência, por exemplo. Seguindo este fluxo, é realizado o procedimento de liberação dos óbitos e a emissão das declarações pelos órgãos competentes.

 

 

Da Prefeitura, participaram a Secretária de Desenvolvimento Social e Habitação, Graziela Boita, a coordenadora geral da Política de Assistência Social, Luciana Mohr Tonet, a representante da Secretaria de Administração e Finanças, Dóris Marcelino, e a supervisora de Vigilância em Saúde de Guaramirim, Ana Maria Rodrigues.

 

 

Elas se encontraram com a perita regional do 15° Núcleo de Polícia Científica de Jaraguá do Sul, Marina Brunheri, Paulo Roberto Gaudêncio, do gabinete, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Guaramirim, Maicon Rodrigo Ewald, o delegado da Polícia Civil, Augusto Brandão, e o sargento Rodrigues, representante da Polícia Militar.

 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? Participe do nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

Siga nosso canal no youtube também @JDVonline

Notícias relacionadas

x