Jaraguá do Sul

Preservando o passado, celebrando o presente: um dia de festividades em Jaraguazinho

Saiba mais:

30/11/2023

Por

Estudante da 5ª fase de Design, curiosa por natureza e apaixonada pelo que faz.

Preservando o passado, celebrando o presente:  No pulsante coração das pitorescas estradas que envolvem Jaraguazinho, um evento singular ecoou no último sábado, 25 de novembro. Sob a égide da Sociedade Recreativa Atiradores Independência, a comunidade local se viu imersa em uma jornada pela tradição, honrando as raízes culturais germânicas e húngaras que moldaram a região ao longo dos anos. 

Preservando o passado, celebrando o presente: um dia de festividades em Jaraguazinho

 

Foi mais do que um simples encontro; foi uma celebração viva da herança cultural, marcada por majestades, marchas e momentos que uniram passado e presente em uma teia emocionante de eventos. Neste relato, mergulharemos nas cores, sons e tradições que tornaram esse dia inesquecível, destacando a importância de preservar o legado para as gerações futuras.

 

 

O local, imerso na história e tradições, abrangia um trajeto que evocava a rica herança cultural da região: Estrada Jaraguazinho, Jaraguazinhostrasse, Estrada do Imigrante Húngaro, Estrada do Professor Kunibert Krause e Estrada da Escola Professora Aurélia Vieira Walter.

 

 

O ponto alto do evento foi a presença das majestades, representando a nobreza cultural e histórica da comunidade. Adelor Hansen, o rei (könig), e Babila Hansen, a rainha (königin), lideraram o cortejo, acompanhados por Christian Luís Baumann e Jaqueline Demarchi como 1º cavalheiro (ritter) e 1ª princesa (prinzessin), respectivamente.

 

O 2º cavalheiro (ritter) foi Anderson Marquardt, ao lado de Rafaela M. Meier Marquardt, como 2ª princesa (prinzessin).

 

 

A marcha foi habilmente comandada por Adriano Schmidt, que, seguindo a tradição familiar, assumiu a posição de comandante da marcha, sucedendo seu pai, Osmar Schmidt. Enquanto isso, a bandeira foi portada com orgulho pelos membros da família Schmidt.

 

 

À frente da Sociedade Independência está Tibério Stuy, o presidente da entidade associativista que desempenha um papel crucial na preservação e promoção dessas tradições.

 

 

A atmosfera festiva foi acentuada pela música da renomada Banda San German, de Rio dos Cedros, Santa Catarina, proporcionando um toque autêntico à celebração.

 

 

O evento registrou um público recorde, que desfrutou de um delicioso jantar típico germânico e húngaro. A presença massiva de diversas sociedades e clubes de tiro ao alvo destacou a importância cultural dessas práticas, enraizadas nos costumes dos colonizadores.presente

 

 

A festa não apenas consolidou as tradições locais, mas também promoveu o congraçamento étnico entre participantes e simpatizantes, unindo a comunidade em torno da rica herança germânica que perdura na região. Este evento não apenas celebrou o passado, mas também lançou luz sobre a importância de preservar e transmitir essas tradições para as gerações futuras.

 

 

O encontro, sob a égide da Sociedade Independência, não apenas resgatou tradições, mas também as trouxe à luz de uma maneira que ressoou entre os presentes e transcendeu as fronteiras do tempo.presente

 

 

As majestades liderando o cortejo, as estradas históricas que testemunham séculos de cultura e a atmosfera festiva impregnada com a música autêntica da Banda San German, criaram uma tapeçaria única de celebração.

 

A preservação dessas tradições não é apenas um tributo ao passado, mas também um compromisso vital para o futuro, garantindo que as próximas gerações possam se conectar com suas raízes e compreender a riqueza cultural que moldou a comunidade de Jaraguazinho.

 

 

Este dia não foi apenas uma celebração local, mas um testemunho da resiliência das tradições em face das mudanças do tempo. À medida que as festividades se encerraram, ficamos com a certeza de que eventos como este são faróis, iluminando o caminho para uma compreensão mais profunda, apreciação e preservação de nossa herança cultural.presente

 

 

Que as estradas pitorescas de Jaraguazinho continuem a ser palco de celebrações que conectam passado e presente, unindo as comunidades em torno do tesouro inestimável de suas tradições. (Ademir Pfiffer – Historiador e Youtuber, para o JDV)

 

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? Participe do nosso grupo de WhatsApp ou Telegram!

Siga nosso canal no youtube também @JDVonline

Notícias relacionadas

x