Economia

Quanto à Prefeitura de Jaraguá do Sul deve atualmente?

O prefeito em exercício, Udo Wagner, conversou com o JDV para explicar algumas dúvidas da população sobre as dívidas do município.

05/11/2020

Por

Quanto à Prefeitura de Jaraguá do Sul deve atualmente?

Quanto à Prefeitura de Jaraguá do Sul deve? Essa pergunta sempre aflora em período eleitoral, quando no calor das disputas números são levados ao público e repercutidos nas redes sociais, nem sempre verdadeiros. O prefeito em exercício, Udo Wagner, disse ao JDV que a dívida do Samae, a longo prazo (empréstimos), é de R$ 50.099.118,02, que são pagos com recursos das tarifas de água e esgoto, com aval da Prefeitura, uma vez que se trata de autarquia municipal.

Já as dívidas da Prefeitura de financiamentos de obras e serviços, dentro da atual administração (2017-2020) são de atualmente R$ 78.895.669,77, mas a capacidade de endividamento do município é de R$ 800 milhões. “A dívida a longo prazo não chega a 10% da nossa capacidade de endividamento. Estamos absolutamente tranquilos em relação a isso. Esse é o reflexo da realidade, as contas estão controladas e absolutamente em dia”, registra Udo.

Com o Instituto de Seguridade dos Servidores Públicos Municipais de Jaraguá do Sul (Issem), o valor da dívida é de R$ 129.397.969,84, referentes ao não recolhimento da contribuição previdenciária (cota patronal) do período 1996-2012. Com os encargos da dívida, chega atualmente a R$ 152 milhões.

O prefeito explicou que a prefeitura negociou o pagamento em 200 vezes (16 anos), pagando R$ 776 mil por mês para o Issem. “Fazemos questão de informar os valores reais do que a prefeitura e o Samae devem. Garantimos que os pagamentos estão sendo honrados e o orçamento está controlado. Não existe nada a esconder, quem desejar mais informações estamos à disposição para esclarecer”.

Concursados com cargos em comissão são maioria na prefeitura

O prefeito em exercício – que permanece no cargo até 15 de novembro durante a licença sem remuneração do titular Antídio Lunelli – registra que durante o mandato a convivência entre ambos foi de cordialidade e de total transparência. “Diferentemente de vice-prefeitos em mandatos anteriores, não tivemos rusgas, sempre houve muito respeito e diálogo mútuo, isto porque temos ideias convergentes. Tenho orgulho disto”, enfatizou Udo.

LEIA TAMBÉM

Ele também esclareceu sobre cargos de confiança e notícias falsas que tem circulado pela cidade. O prefeito Udo registrou que existem 104 cargos de confiança de fora do quadro de servidores. Outros 140 são concursados, ou seja, servidores efetivos, dos quais 48 diretores de escolas e centros de educação infantil.

“Entre os comissionados com concurso público estão desde secretários, diretores, gerentes, enfim, de todos os escalões. Como se pode verificar, nem a metade dos que têm cargos em comissão são fora do quadro. Eles são importantes para a eficiência da gestão. Todos são capacitados para as funções que desempenham. É importante que se restabeleça a verdade dos fatos”, pondera.

Udo Wagner esclarece sobre valores dos novos abrigos

A implantação de novos abrigos para passageiros nos pontos de parada de ônibus tem gerado polêmica em relação a valores. O prefeito em exercício, Udo Wagner, disse que o valor de cada módulo (de três metros cada) é R$ 21,7 mil. Os abrigos são de ação galvanizado, com placa de energia solar, iluminação em LED e tomada USB para carregar celular. A prefeitura adquiriu, por meio de licitação, 62 módulos.

Em alguns pontos, por conta do maior número de passageiros, são utilizados de um até quatro módulos. “Ficam espalhando valores absurdos. Os números são abertos e quem quiser mais informações, estamos à disposição para explicar. Fazemos uma gestão transparente e não escondemos nada de ninguém”, comentou.

Receba as notícias do JDV no WhatsApp!

Notícias relacionadas

x