Estadual

SC demanda R$ 18,5 bilhões até 2025 para obras de infraestrutura de transportes

Documento registra prioridades em obras federais e estaduais

08/12/2021

Por

SC demanda R$ 18,5 bilhões até 2025 para obras de infraestrutura de transportes

Divulgação

A Agenda Estratégica da Indústria para Infraestrutura de Transporte e a Logística Catarinense mostra que o Estado demanda R$ 18,5 bilhões até 2025 para manter e ampliar a infraestrutura de transporte nos modais rodoviário (R$ 14,4 bilhões), ferroviário (R$ 928,7 milhões), aeroviário (R$ 1,28 bilhão), dutoviário (R$ 400 milhões) e aquaviário (R$ 1,5 bilhão). Dos R$ 18,5 bilhões, R$ 5,6 bilhões são relativos a investimentos federais, R$ 4 bilhões estaduais, R$ 200 milhões municipais e R$ 8,7 bilhões privados. As informações estão no documento, apresentado pela Federação das Indústrias na segunda-feira (6), em Florianópolis, com a participação de lideranças industriais, políticas e especialistas da CNI e do Ministério da Infraestrutura.

O presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar, disse que Santa Catarina precisa de um planejamento integrado e sistêmico da macrologística para o curto, médio e longo prazos. “Essa é a grande questão de Santa Catarina. Não temos esse planejamento e não temos um banco de projetos para receber os investimentos privados”, disse. Ele salientou que uma conquista importante foi a inserção de Santa Catarina no contexto logístico nacional.

Em sua apresentação, ele também defendeu a elaboração do Plano Logístico de Santa Catarina, considerando a malha atual e futura do Estado e incluindo o modal ferroviário. “Com as cargas de valor agregado, está comprovado que Santa Catarina tem, sim, a viabilidade de implantação do complexo ferroviário”, disse.

O diretor de política e planejamento integrado da secretaria de fomento, planejamento e parcerias do Ministério da Infraestrutura, Tito Lívio Pereira Queiroz e Silva, apresentou as principais diretrizes do Plano Nacional de Logística (PNL 2035), para o qual a Fiesc fez um conjunto de contribuições durante a fase de consulta pública, que foi contemplado pelo governo.

Documento registra prioridades em obras federais e estaduais

O secretário-executivo da Câmara de Transporte e Logística da Federação das Indústrias, Egídio Martorano, destacou os principais avanços que o PNL 2035 trouxe para Santa Catarina. “Vimos as simulações (do Ministério) e como Santa Catarina se destaca. Reitero que temos um dos mais importantes complexos portuários da América Latina. Santa Catarina ocupa a segunda posição no país na movimentação de contêineres. Se considerarmos carga de valor agregado e contêiner, temos um espaço especial. Fizemos contribuições ao PNL que foram incorporadas”, declarou.

Orçamento: Para 2021, o orçamento do governo federal (OGU, PAC e PIL) para obras de infraestrutura de Santa Catarina prevê R$ 493 milhões, mas até novembro foram pagos R$ 191,8 milhões, ou seja, 38,9% do previsto para o ano.

Obras Federais 2022

– BR 163: Continuidade das obras de adequação da capacidade: R$ 56,8 milhões.

– BR 470: Continuidade das obras de duplicação: R$ 250 milhões.

– BR 280: Continuidade das obras de duplicação: R$ 225 milhões.

Divulgação.

– BR 282: Obras de adequação da capacidade entre Chapecó e São Miguel do Oeste: R$ 26,4 milhões.

– BR 285: Continuidade das obras de implantação e pavimentação: R$ 36 milhões

– Conservação, Restauração e Manutenção das Rodovias Federais (CREMA): BRs: 470, 280, 282, 153, 158, 163, 480: R$ 400 milhões.

– Bacia de Evolução e Canal de Acesso Complexo Portuário Rio Itajaí: R$ 62,5 milhões.

– Aprofundamento do Canal Externo Complexo Portuário Baía da Babitonga: R$ 70 milhões.

– Valor Estimado Total Prioridades Federais: R$ 1,1 bilhão

Investimentos Estaduais

– Conservação Preventiva e Rotineira das Rodovias Estaduais: R$ 200 milhões Valor Mínimo: R$ 120 milhões/ano

– Investimentos do Programa Novos Rumos: SCs: 110, 108 (norte e sul), 120, 135, 283, 290, 350, 416, 417 (valores à definir)

– Garantir os Investimentos nas Rodovias Federais (BR´s 470, 280, 163 e 285): R$ 465 milhões.

– Valor Estimado Total Prioridades Estaduais: R$ 585 milhões/ano

Concessão BR 101 (SC) Norte

– Garantir os Investimentos Travessia de Navegantes, Itajaí e Balneário Camboriú: R$ 430 milhões.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x