Geral

Testes para covid em assintomáticos estão sendo feitos nos bairros de Jaraguá do Sul

Todos os profissionais envolvidos usam crachá de identificação azul escrito “Pesquisa Epidemiologia Covid-19 Jaraguá do Sul”

13/08/2020

Por

Testes para covid em assintomáticos estão sendo feitos nos bairros de Jaraguá do Sul

A Secretaria de Saúde, a Associação Empresarial de Jaraguá do Sul e a Católica de Santa Catarina deram início nesta quarta-feira à primeira etapa de uma pesquisa sobre a incidência de infecção por covid-19 em Jaraguá do Sul. Os testes devem ser realizados também nesta quinta e sexta-feira e, se necessário, também na próxima semana. 

Nesse primeiro momento serão feitos 1,5 mil testes rápidos (IgG e IgM) em pessoas de diferentes bairros de Jaraguá do Sul, além da aplicação de um questionário.

A escolha das residências que serão visitadas é aleatória e feita por sorteio, como explica o professor da Católica SC, Rafael Dutra de Armas, coordenador da pesquisa e professor de Biomedicina e Nutrição.

Leia mais:

Deputado quer que atividade religiosa seja reconhecida como essencial durante a pandemia

Rotas turísticas de Schroeder ganham 7,5 km de asfalto

Bolsonaro estende a mão e concede reforço advocatício à Daniela no processo de impeachment

A ação busca ter um panorama mais completo da doença no município, de pessoas assintomáticas, com diferentes hábitos de vida e diferentes níveis de isolamento social. Estão envolvidos na testagem e aplicação dos questionários 24 profissionais, principalmente acadêmicos da área da saúde. Todos usam crachá de identificação azul escrito “Pesquisa Epidemiologia Covid-19 Jaraguá do Sul” (ver foto).  

O secretário de Saúde, Alceu Moretti, explica que com as duas etapas da pesquisa em mãos (primeira etapa feita agora e segunda etapa feita daqui a 15 dias – total de três mil testes), o Município terá uma ideia, por amostragem, do número de contaminados pelo novo coronavírus na cidade, quais regiões mais atingidas, qual o perfil dos infectados e como lidar com a situação.

“O Comitê de Crise vai saber, por exemplo, se pode afrouxar as restrições ou se precisa aumentá-las, dependendo do resultado da pesquisa”, exemplifica Moretti. O investimento total nos três mil testes e na capacitação e contratação de profissionais é de R$ 93,2 mil. Sendo que os primeiros 1,5 mil testes rápidos estão sendo pagos pela Acijs. Os outros 1,5 mil testes serão pagos pela Secretaria de Saúde de Jaraguá do Sul.

Notícias relacionadas

x