Sem categoria

Turismo realiza viagem técnica à Santa Rosa de Lima com produtores jaraguaenses

A iniciativa integra as etapas da Capacitação em Agroturismo. Santa Rosa de Lima é o único município do Brasil e da América Latina que integra o guia da “Accueil Paysan” (Acolhida Camponesa), entidade francesa que divulga o agroturismo

19/02/2020

Por

Turismo realiza viagem técnica à Santa Rosa de Lima com produtores jaraguaenses

A viagem técnica empreendida à Santa de Rosa de Lima, de 10 a 12 de fevereiro, possibilitou a 17 produtores jaraguaenses conhecer um modelo associativista consolidado, que otimiza os recursos naturais, a produção orgânica e atrai turistas para as propriedades. A iniciativa integra as etapas da Capacitação em Agroturismo promovida pela Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Diretoria de Turismo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação, em andamento desde o segundo semestre de 2019, com visitas monitoradas a espaços dedicados ao agroempreendedorismo e diagnósticos participativos com foco nas características e no potencial agroturístico desses empreendimentos.

Os participantes puderam conhecer sete propriedades rurais, apontadas como cases de sucesso na produção agrícola – sem uso de agrotóxicos – e no turismo rural. O comboio realizado à “Capital da Agroecologia”, no Sul do Estado, contou também com três representantes da Diretoria de Turismo e dois da Secretaria de Desenvolvimento Rural e Abastecimento.

Vale lembrar que Santa Rosa de Lima é o único município do Brasil e da América Latina que integra o guia da “Accueil Paysan” (Acolhida Camponesa), entidade francesa que divulga o agroturismo. No Brasil, norteou o projeto Acolhida na Colônia em 1999, valorizando o modo de vida campesino através do agroturismo ecológico. Em Santa Catarina, a proposta é encontrada nas Encostas da Serra Geral, na região de Ituporanga, Vale dos Imigrantes e na Serra Catarinense. No Rio de Janeiro, está instalado em Casimiro de Abreu.

União e parcerias fortalecidas

Das impressões trazidas pelo grupo que visitou Santa Rosa de Lima, os depoimentos são unânimes em reconhecer os resultados positivos dos produtores ecológicos, que apostam na união de esforços para crescerem juntos. O modelo Acolhida na Colônia, que poderá, ou não, ser adotado parcialmente, ou servir de parâmetro pelos agroempreendedores jaraguaenses, com adequações à realidade local. A decisão será individual entre os participantes da Capacitação em Agroturismo.

O gerente de Turismo Rafael Koerich atesta o sucesso da viagem técnica. “Achei muito positiva essa viagem. Eles (de Santa Rosa de Lima) têm muita experiência na bagagem, preservam a ruralidade do agricultor, da produção orgânica. O programa em si é muito válido”, observa.


Entre os exemplos citados pela equipe da Diretoria de Turismo está uma propriedade autossustentável que atua com a agrofloresta e a permacultura (Permanent culture), no cultivo de ervas medicinais, temperos, hortaliças e na apicultura, com abelhas sem ferrão. Um dos destaques foi o sistema de “banheiro seco”, sistema alternativo de saneamento, construído na parte externa da moradia. A propriedade é abastecida por água de fonte, canalizada. No município sul-catarinense, as pousadas colocam à venda os produtos das agroindústrias para os turistas, em regime de cooperação, e os visitantes podem percorrer as lavouras, acompanhando o trabalho rural.

Notícias relacionadas

x