Mundo

Variante Ômicron representa risco global muito alto, diz OMS

Essa variante foi detectada pela primeira vez no mês passado na África do Sul e em Hong Kong

13/12/2021

Por

Variante Ômicron representa risco global muito alto, diz OMS

REUTERS/Dado Ruvic/Direitos Reservados

A variante Ômicron, do coronavírus, representa risco global “muito alto”, com evidência de que foge à proteção vacinal, mas os dados clínicos sobre sua gravidade continuam limitados, comunicou a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Essa variante foi detectada pela primeira vez no mês passado na África do Sul e em Hong Kong. Ela tem mutações que podem levar à maior transmissibilidade e a mais casos de covid-19, informou a OMS em resumo técnico divulgado nesse domingo (12).

“O risco geral relacionado à nova variante de preocupação Ômicron permanece muito alto por uma série de razões”, disse a entidade, reiterando a avaliação inicial que fez da cepa em 29 de novembro.

“E, em segundo lugar, as evidências preliminares sugerem potencial fuga imunológica humoral contra infecções e altas taxas de transmissão, o que poderia levar a novos surtos com graves consequências”, acrescentou a organização, referindo-se à potencial capacidade do vírus de escapar da imunidade proporcionada pelos anticorpos.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x