Geral

[VÍDEO] Profissão arborista: o trabalho sobre as árvores

Na visão do amapaense, para se tornar um arborista é necessário entender de quatro pilares

21/05/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

[VÍDEO] Profissão arborista: o trabalho sobre as árvores

Em algum momento da sua vida, você já deve ter pensado em largar tudo e ir morar na praia para ter mais qualidade de vida? E foi pensando em qualidade de vida, que Jander Marques Cavalcante, mudou um pouco de profissão. Ele deixou o escritório de parede para trabalhar em um escritório ao ar livre.

“Eu me formei em segurança do trabalho e tenho uma clínica de segurança e medicina do trabalho no estado do Amapá, onde de 2012 até o ano passado, eu atuava como técnico e coordenador das atividades de segurança e tivemos a oportunidade de trazer a empresa Poda Brasil para o sul e hoje me dedico a isso”, comenta. 

Leia mais

Jander, é arborista, ou seja, o profissional que exerce a atividade de arboricultura que é o cultivo, cuidado e manejo das árvores e outras plantas lenhosas, em grupos ou individualmente, normalmente no ambiente urbano.

Ele lembra que sempre quis trabalhar verticalmente, mas não imaginava que seria tão rápido assim. 

“Iniciei minha atividade vertical em 2012, quando foi lançada uma norma para trabalho em altura e depois me especializei em acesso por corda. E em 2019 mudei do acesso por corda para arboricultura com foco e ênfase nisso, onde mesclo várias técnicas”, salienta.

Segundo o arborista, que hoje atua em Jaraguá do Sul, amor pelas duas profissões – cultivo das árvores e segurança – se unem a cada novo trabalho, pois além dele, outros dois prestadores de serviço também usam todos os equipamentos de proteção individual necessários. 

“Todos os nossos equipamentos passam por inspeção prévia de uso. Então toda vez que vamos usar, inspecionamos eles e a cada seis meses, fazemos esse trabalho mais detalhado para ver se há alguma fissura, algum dado e caso a gente encontre, ele é retirado de uso.”

A profissão, relativamente nova no Brasil, ainda não é regulamentada, mas, conforme Jander, estão sendo criadas normas para o arborismo no país.

Na visão dele, para se tornar um arborista é necessário entender de quatro pilares: escalada, operação de máquinas e equipamentos, segurança do trabalho e um pouco de biologia.

“Não existe receita de bolo, é fazer curso e se capacitar e começar a atuar, pois só a prática leva a perfeição.”

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x