Variedades

Após ‘degraus gigantes’, lagoa se forma em praia alargada de Balneário Camboriú

Assim como os degraus, fenômeno é causado pela ressaca; praia completa 11 meses de alargamento que triplicou o tamanho da faixa de areia

04/11/2022

Por

Toni Frainer, engenheiro e diretor de planejamento e gestão orçamentária de Balneário Camboriú, explica que o fenômeno é normal e está sendo monitorado pelo departamento de planejamento da Fundação do Meio Ambiente da cidade.

“É normal que na região da Barra Sul ocorram pequenas lagoas e escarpas, tanto que em projeto executivo estava prevista colocar volume maior de areia nesta região, pois neste tipo de obra é normal que ocorram esses fenômenos”, explica Frainer.

O engenheiro destaca ainda que nas praias após o alargamento é necessário este período de conformidade e dependemos da natureza para a praia entrar em equilíbrio após eventos com energia de ondas mais intensas, as chamadas de ressacas.

Lagoa apareceu nesta terça-feira (1°) em Balneário Camboriú – Foto: Reprodução/Internet
Lagoa apareceu nesta terça-feira (1°) em Balneário Camboriú – Foto: Reprodução/Internet

Ainda de acordo com o Frainer, o fenômeno ocorre naturalmente, principalmente em dias frios, porém concentrados na Barra Sul. “Tanto que dos 5,8 mil metros extensão de praia Central, somente nesta região surgem algumas lagoas pequenas que se formam em período curto e o próprio movimento do mar cobrem as mesmas”, destaca.

Os especialistas informam ainda que isso acontece com mais intensidade nos períodos frios e menos intensidade períodos mais quentes.

Sobre Alargamento e recuperação faixa de areia da praia central, a prefeitura destacou que o departamento de planejamento e Fundação do Meio ambiente está fazendo o monitoramento pós execução da obra, inclusive com empresa contratada para fazer o monitoramento por 36 meses após execução, uma exigência da Licença Ambiental do IMA (Instituto do Meio Ambiente).

Degraus gigantes

A praia Central de Balneário Camboriú, voltou a ter os conhecidos “degraus gigantes”, causados pelo processo de conformação e nivelamento da praia ao longo do tempo, as ressacas marítimas são uma das responsáveis por essas ocorrências.

Desde a última sexta-feira (21), quando surgiram os mais recentes “degraus gigantes”, o fenômeno tem se transformado a cada dia por influência da maré e das ondas. Com o tempo, a tendência é variarem de tamanho a depender da maré.

 

Material original publicado por SCC10

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro?CLIQUE AQUIe participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x