Geral

Ministério da Saúde reforça pedido para mais doação de sangue

As doações de sangue caíram 10% desde a pandemia da Covid-19, de acordo com o Ministério da Saúde

29/08/2021

Por

Ministério da Saúde reforça pedido para mais doação de sangue

As doações de sangue caíram 10% desde a pandemia da Covid-19, de acordo com o Ministério da Saúde. Diante disso, o órgão pede que a população doe sangue para manter os estoques de todos os hemocentros do país bem abastecidos. Segundo a Coordenação-Geral de Sangue e Derivados do MS, o órgão acompanha diariamente o quantitativo de bolsas nos hemocentros estaduais, o que permite minimizar o impacto de eventuais desabastecimentos de sangue. 

Leia mais:

Em 2020, por exemplo, em todo o país foram coletadas um total de 2.958.665 bolsas de sangue, segundo o Ministério da Saúde. Dados mostram que em janeiro de 2021 foram coletadas 246.360 bolsas de sangue. Por sua vez, em fevereiro, o número foi para 245.598 e, em março, o número diminuiu para 242.289, ou seja, o primeiro trimestre deste ano contabilizou 734.247 doações.

Atualmente, de acordo com o Ministério da Saúde, aproximadamente 1,4% da população brasileira doa sangue. Isso representa, em média, 14 doações a cada mil habitantes. O Governo Federal, por meio do órgão, incentiva todos os brasileiros a doarem sangue frequentemente, gesto que pode salvar vidas. Com o objetivo de manter os estoques bem abastecidos, é necessário que mulheres doem três vezes ao ano e, homens, até quatro vezes no mesmo período. Doar não é prejudicial à saúde, uma vez que o volume retirado da pessoa é reposto em até 24h.

Em Jaraguá do Sul, o banco de sangue funciona anexo ao Hospital São José, mediante agendamento, entre 7h e 16h, pelo telefone 3055-0454. As coletas ocorrem das 7h às 11h30min.

(Com informação Portal Brasil 61)

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x