Esportes

Pan 2023: Seleção feminina de vôlei perde para dominicanas e fica com a prata

Em jogo difícil para brasileiras, trio dominicano domina a partida e leva o ouro pela segunda vez

27/10/2023

Por

Sou Felipe Junior, jornalista formado, na Universidade Regional de Blumenau (Furb), pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídias, na Anhembi Morumbi, em São Paulo.

Fonte: GE

Depois de uma vitória sofrida para o México, na semifinal, a seleção feminina de vôlei perdeu sua invencibilidade logo no jogo mais importante dos Jogos Pan-Americanos, em Santiago. Com muitos erros de ataque, principalmente no segundo set, o Brasil perdeu na decisão para a República Dominicana por 3 a 0, parciais 26/24, 25/16, 25/19, e levou sua quarta prata no vôlei feminino do Pan. A seleção dominicana conquistou sua segunda medalha de ouro na história da competição.

Com equipe mista, o Brasil manteve campanha brilhante até a grande final, se mantendo invicto desde a primeira partida, até ser batida pelo time comandado pelo também brasileiro Marcos Kwiek. No caminho para o topo do pódio, a seleção derrotou Cuba, a maior vencedora da história da competição, com oito ouros, Argentina e Porto Rico, e garantiu com tranquilidade a liderança do grupo A. Com 15 pontos, cinco por vitória, as brasileiras seguiram diretamente para a semifinal contra o México, que acabou derrotado por 3 a 2, em confronto suado.

A central Lorena, segunda maior pontuadora brasileira na final, com seis pontos, atrás apenas de Sabrina, grande destaque da partida, com 12 pontos, comentou a derrota para as dominicanas e as dificuldades por se tratar de uma equipe montada recentemente, com mais reservas que titulares.

“Eu fiquei na expectativa, um pouquinho. É difícil não ficar, porque é um jogo importante. Era uma situação em que quem estivesse mais entrosado, quem errasse menos talvez levasse o jogo. A gente errou bastante, acredito que por uma inconsistência. Não tem nem vinte dias que estávamos jogando juntas, então, a gente conseguiu fazer muita coisa com o que a gente tinha em mãos. A gente conseguiu chegar até a final, a gente conseguiu fazer um trabalho excelente com tudo que a gente tinha de pessoas, de comissão, então, acredito que foi um bom trabalho”, afirmou Lorena.

Com atuação individual brilhante na campanha brasileira pela prata no Pan de Santiago, a oposta Sabrina fez questão de ressaltar o trabalho conjunto com as colegas de equipe, mas se disse satisfeita com seu desempenho:

“Eu queria dividir com todo mundo, porque nossa equipe trabalhou muito e sem elas eu não teria ganhado, mas com certeza eu estou bem feliz com a minha atuação individual. Eu fiquei um pouquinho ansiosa, mas eu trabalho muito, então, eu estava pronta para a oportunidade. Eu acho que é sobre isso, eu trabalhei, a oportunidade apareceu e eu consegui aproveitar”, contou Sabrina.

Vôlei: Equipes de Jaraguá do Sul participam da renomada Taça Paraná

Futsal: Jaraguá busca garantir a liderança do grupo contra São Lourenço

Quer saber das notícias esportivas de Jaraguá do Sul e região? Clique aqui e participe do nosso grupo de WhatsApp

Notícias relacionadas

x