Política

PSL quer chapas completas em 80% dos municípios de SC

Para isso, assumem o compromisso de estruturar o partido nos 295 municípios catarinenses, criar coordenadorias regionais e estimular o máximo de candidaturas a prefeito, vice-prefeito e vereadores em pelo menos 80% dos municípios

27/11/2019

Por

PSL quer chapas completas em 80% dos municípios de SC

Em sua primeira reunião de trabalho, realizada na sexta-feira (22), a nova executiva estadual do Partido Social Liberal (PSL) de Santa Catarina pregou a unidade partidária e o alinhamento político com o governo estadual. Para consolidar o novo momento partidário, os membros do diretório concederam a presidência de honra do PSL catarinense ao governador Carlos Moisés, assumindo uma postura pautada no equilíbrio, na responsabilidade e nos resultados.

Durante a reunião foram discutidos conceitos, estratégias e critérios a serem adotados, com o objetivo de consolidar o PSL entre os maiores partidos políticos do Estado. Para isso, assumem o compromisso de estruturar o partido nos 295 municípios catarinenses, criar coordenadorias regionais e estimular o máximo de candidaturas a prefeito, vice-prefeito e vereadores em pelo menos 80% dos municípios.

Coligações – O diretório estadual já considera possíveis coligações com partidos apoiadores do governo na Alesc, que apresentam perfil semelhante ao do PSL no Estado. Pelo menos nas 30 maiores cidades catarinenses, as candidaturas e coligações serão conduzidas pelo próprio governador Carlos Moisés, com o respaldo do presidente estadual do partido, Fábio Schiochet, e o apoio do secretário da Casa Civil, Douglas Borba, além dos coordenadores regionais.

Notícias relacionadas

x