Geral,Jaraguá ,Política,Trânsito

Vereador Reinke explica projeto de micromobilidade no "JDV em Foco"

Foto: Banco de Imagens JDV

Vereador em primeiro mandato, Jonathan Reinke, do Podemos, foi o convidado de quinta-feira (11) da transmissão “JDV em Foco”, para falar, entre outros assuntos, da sua proposta de micromobilidade urbana apresentada na Câmara Municipal no dia 5 de fevereiro, que consiste em criar incentivos para que a população utilize meios de transporte alternativos como bicicletas, patinetes, skate, ou mesmo caminhadas para deslocamento a curtas distâncias.

Segundo ele, a proposta foi pensada para causar o menor impacto orçamentário na sua execução, usando o quanto possível a estrutura pública e equipamentos já existentes. A ideia será apresentada esta semana ao prefeito Antídio Lunelli para viabilizar a iniciativa, com explicações da sua funcionalidade.

Como projeto piloto, segundo o vereador Jonathan, a ideia é iniciar pela região da Barra do Rio Cerro, envolvendo também parte do Jaraguá Esquerdo, Jaraguá 99 e Jaraguá 84, facilitando o acesso às escolas, unidades de saúde e áreas públicas.

Ele entende que a iniciativa vai fomentar a área de comércio e serviços. O circuito de mobilidade urbana pode ser aplicado em todas as regiões da cidade. Além da Barra do Rio Cerro, Reinke apresentou a ideia de implantar outros dois envolvendo o Centro, Água Verde, Rau, Amizade, Czerniewicz, retornando ao Centro e, entre o Baependi, Vila Lalau, Centenário, Ilha da Figueira, Centro, voltando ao Baependi.

O projeto tem como objetivo reduzir a emissão de poluentes por motores a combustão, melhorar a mobilidade da região, fomentar a prática esportiva, incentivar o cicloturismo e prestigiar o comércio e serviço locais.

 

Ideia é utilizar meios alternativos em viagens de curta distância

 

Conforme explicou o vereador no programa “JDV em Foco”, a micromobilidade urbana é a adoção de meios de transporte que utilizem a força humana, sejam elétricos ou que, de alguma forma, não sejam poluentes, privilegiando veículos com menos de 500 quilos. Um estudo global, de acordo com Jonathan Reinke, aponta que cerca de 60% das viagens realizadas pelas pessoas no mundo têm uma distância de até 8 quilômetros.

“Nessa lógica, se a distância é tão curta, as pessoas poderiam optar por transporte que gere menos impactos para a natureza e que não crie um problema de engarrafamento no trânsito. O projeto piloto abrange um trecho de 10 km, iniciando na Rua Wilhelm Krueger (Jaraguá 84), vai até a ponte pênsil que liga a Barra do Rio Cerro a Rua João Januário Ayroso, terminando na Rua Wolfgang Weege, Jaraguá 84.  No seu entendimento, o investimento público seria em reparos em ciclovias existentes, criar novas ciclovias, pavimentação de algumas ruas, calçadas, passeios, iluminação de sinalização. “A implantação pode ser feita de forma gradativa”, entende.