Geral

Capela Santo Estêvão, do Garibaldi, completa um século este mês

A Capela Santo Estevão, construída em 1922, com o lançamento da pedra fundamental, é a mais antiga de Jaraguá do Sul

08/07/2022

Por

Capela Santo Estêvão, do Garibaldi, completa um século este mês

Divulgação

A Comunidade Santo Estevão, no Garibaldi, terá uma comemoração especial pelo centenário que ocorre neste mês de julho. A Comunidade está relacionada com a construção da escola/capela dedicada a Santo Estêvão da Hungria, em 1894. A antiga capela de madeira localizava-se nas imediações do atual cemitério, onde se encontra, atualmente, o posto de saúde.

A Capela Santo Estevão, construída em 1922, com o lançamento da pedra fundamental, é a mais antiga de Jaraguá do Sul. Formada em sua maioria por descendentes húngaros, seus antepassados escolheram como padroeiro o santo patrono do seu país de origem, sendo este o Rei Estêvão (Szent István Király) que converteu a Hungria ao catolicismo.

Sua imagem, que se encontra no altar-mor do templo foi trazida da Hungria, por Georg Wolf. A capela possui detalhes que a caracterizam como uma das três únicas com arquitetura húngara do Brasil. A memória litúrgica de Santo Estêvão da Hungria é celebrada pela Igreja Católica no dia 16 de agosto.  Nos anos de 1959 e 2006, a capela passou por reformas. No mês de setembro acontece a tradicional festa da Comunidade.

O fundador da Hungria, Santo Estêvão, desempenha um papel relevante na cidade de Veszprém. Os húngaros que chegaram a Jaraguá do Sul – única etnia imigrante do município – vieram do condado de Veszprém, faz mais de 130 anos, construíram a primeira capela (atual) em 1922 e a dedicaram a Santo Estêvão.

Ato cívico vai homenagear fundadores de 44 famílias

A Comunidade Santo Estêvão completa 100 anos de fundação e junto com a Secretaria de Cultura Esporte e Lazer realizarão um ato cívico para homenagear os descendentes dos fundadores da comunidade. Foi solicitado que cada família dos fundadores escolhessem um representante para receber a homenagem em nome de sua família.

A programação começa às 15h com o lançamento da pedra fundamental, seguida da homenagem aos descendentes, 18h a missa devocional com café, 20h baile com a Banda GBD, com entrada livre e serviço de bar e cozinha.

(Foto: Divulgação)

Os eventos serão abertos ao público. São 44 famílias fundadoras, todas identificadas com os respectivos nomes. Para efeito de divulgação, nominamos apenas as sobrenomes: Leitold, Steinmacher, Mathias, Ersching, Pinter (ou Binter), Zipf, Wolf, Slawanitz, Gressinger, Nass, Wasch, Pangratz, Tantek, Scheller, Lenert, Leier, Müller, Straub, Strener.

E, ainda, Olschka, Burger, Keller, Penk (Peng), Eigner, Kuroli, Tischner, Baader, Kitzberger, Koch, Steilein, Schiesel, Toni, Lui, Pacholski, Schmidt, Henn Weiller, Schwartz, Gascho, Horwarth, Berta, Papp, Salai e Raboch.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x