Geral

Decreto estabelece horário de funcionamento de bares, restaurantes e similares em Jaraguá do Sul

A fiscalização ficará a cargo das equipes de Vigilância Sanitária e das equipes de Segurança Pública.

12/05/2020

Por

Decreto estabelece horário de funcionamento de bares, restaurantes e similares em Jaraguá do Sul

O prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, assinou decreto 13.857/2020 nesta terça-feira estabelecendo horários de funcionamento de restaurantes, bares, lanchonetes, pubs e estabelecimentos congêneres. O documento reforça a situação de emergência em Saúde Pública e foi motivado em função das ocorrências registradas pela Polícia Militar no flagrante a festas que desrespeitaram completamente às regras de prevenção necessárias no combate ao coronavírus.

Pelo decreto, esse tipo de estabelecimento fica autorizado a funcionar de segunda a domingo, das 6h às 22h. Os estabelecimentos de alimentos que realizam comércio do tipo delivery poderão realizar entregas nos clientes até as 24h. Já lojas de conveniência anexas a postos de combustíveis, entre as 22h até as 6h, poderão disponibilizar somente o autoatendimento, sem consumo no local.

Leia mais:

A fiscalização ficará a cargo das equipes de Vigilância Sanitária e das equipes de Segurança Pública.

Ao assinar o documento, Lunelli lembrou que sempre defendeu a proteção à saúde em equilíbrio com medidas que evitem um colapso econômico e desemprego, porém, ressaltou que o país e o mundo enfrentam uma pandemia de sérias proporções. O aumento no número de casos em Jaraguá do Sul também foi um dos fatores que motivaram o decreto.

“Estamos atentos a cada mudança na curva de contágio e vamos tomar todas as medidas necessárias. Essa é uma situação que ninguém gostaria de passar, mas temos que ser firmes e estarmos unidos para sairmos o mais rápido possível dessa crise”, disse.

O secretário Alceu Moretti afirmou que a situação do sistema público de saúde está sob controle graças às meidadas adotadas pela Prefeitura desde o início de março, mas lembra que sem o respeito às regras de prevenção pode ocorrer um crescimento rápido da demanda por atendimento. “Quando dizemos, se puder fique em casa. Idosos não saiam. Tem que usar máscara. Tem que manter distanciamento. Tem que lavar as mãos a cada hora é porque isso tudo precisa ser feito para proteção da saúde da comunidade”, reforçou.

Notícias relacionadas

x