Geral

Estofados Jardim retomou suas atividades 13 dias após o incêndio

Esse resultado acontece em meio a perda de todo o estoque e de setores completos, como expedição, desenvolvimento de produto, corte e costura e almoxarifado.
 

11/12/2020

Por

Estofados Jardim retomou suas atividades 13 dias após o incêndio

O ano de 2020 marcou a história da Estofados Jardim, localizada no Bairro São Luís, que viu 50% da sua fábrica destruída pelo fogo no dia 2 de outubro, decorrente de um curto circuito em uma das máquinas. No entanto, o que marcou esse período não foi somente a tragédia, mas sim, a superação da equipe, que retomou as atividades em apenas 13 dias. Esse resultado acontece em meio a perda de todo o estoque e de setores completos, como expedição, desenvolvimento de produto, corte e costura e almoxarifado.

Para Adriana Stahelin, diretora da Estofados Jardim, esse tempo de recuperação, mesmo que parcial, é fruto do trabalho de 41 anos. “Nossa empresa sempre foi uma grande família que ultrapassa os portões da fábrica e isso se refletiu tanto no dia do incêndio quanto posteriormente. Contamos com uma dedicação fiel da equipe e apoio de pessoas de todos os segmentos para começarmos a nos reerguer”, comenta.

Leia mais:

Após 800 anos, ‘Estrela de Natal’ volta a aparecer em dezembro

Aprovado: servidores da saúde que trabalharem durante recesso terão bônus em Jaraguá

Polícia Civil prende 14 pessoas suspeitas de participarem do assalto a banco em Criciúma

 

PLANEJAMENTO – Um dos fatores decisivos para voltar às atividades foi o planejamento de entregas da Estofados Jardim. Como as compras funcionavam de forma rotativa, a fábrica continua recebendo matérias-primas já compradas e, assim, pôde começar a produzir.

Nem toda a produção das peças ocorria no pátio fabril da Jardim – e isso foi muito importante para a retomada. A empresa já contava com alguns serviços terceirizados que cobriam parte dos processos. Mesmo assim, parte das etapas feitas na fábrica foi comprometida.

“Algumas peças importantes do maquinário foram totalmente destruídas. Então, contamos com parcerias essenciais nessa retomada, que nos permitiram utilizar o maquinário em turnos alternativos dentro de suas fábricas”, ressalta a diretora.

Empresa prevê a retomada integral para julho de 2021

A empresa já opera com 50% da produção regular. “Em um primeiro momento, o foco foi atender os pedidos já realizados e manter o compromisso com os lojistas e representantes. Ainda assim, as vendas para 2021 já estão abertas para pedidos. Aos poucos vamos retomando à rotina usual”, comemora Adriana.

A empresa não mede esforços e prevê a retomada integral para julho de 2021. Uma das ações voltadas à reconstrução da fábrica é a campanha Almofada da Gratidão, que pede a contribuição de R$250,00 para ajudar nessa trajetória e oferece uma almofada como forma de agradecimento.

O intuito é entregar peças que levem aos lares a essência da força familiar da empresa. Em um momento que pede por união, o produto leva o slogan “Raízes fortes farão um novo jardim”, que marca a campanha e traz a ressignificação do conceito de origem, que guiou os últimos lançamentos da marca e, agora, ganha ainda mais força.

 

Notícias relacionadas

x