Geral

Grupo Malwee participa da COP26 e lança o ambicioso Plano ESG

“Já reduzimos 75% das emissões nos últimos cinco anos, investindo em energia renovável em nossa operação”, disse CEO da companhia

15/11/2021

Por

Grupo Malwee participa da COP26 e lança o ambicioso Plano ESG

Divulgação/Grupo Malwee

Reconhecida pelo pioneirismo em moda sustentável, o Grupo Malwee – uma das maiores empresas de moda do Brasil, apresentou na quarta-feira (10), seu Plano ESG 2030. O lançamento acorreu durante a participação do CEO da companhia, Guilherme Weege, na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP-26). O documento endossa os compromissos da organização, direcionando sua atuação para grandes desafios enfrentados pela humanidade, entre eles, o enfrentamento ao aquecimento global com metas científicas aprovadas pela Science BasedTargets (SBTi).

“Já reduzimos 75% das emissões nos últimos cinco anos, investindo em energia renovável em nossa operação. Agora, o compromisso é chegar em 2030 com mais 50% de redução, em relação a 2019, e 58% na cadeia”, ressalta Weege.

Além das metas de redução de CO², o Plano 2030 também alinha os negócios da empresa aos conceitos da economia circular e do olhar para o consumidor como principal agente de transformação social.

Entre os desafios da empresa para 2030 está que 100% das roupas fabricadas para as marcas do Grupo Malwee sejam produzidas com matérias-primas e/ou processos sustentáveis, além de promover a reciclagem e a logística reversa em toda sua cadeia de valor.

Este é o segundo compromisso público assumido pelo Grupo Malwee. Em 2015, a empresa foi a primeira do setor de moda brasileiro a lançar um Plano Estratégico de Sustentabilidade com objetivos e metas para cinco anos.

“Estamos em um novo momento. Vivemos um cenário mundial ainda mais desafiador que exige mudanças concretas no jeito de fazer negócio e de nos relacionarmos com o planeta e com a sociedade.  Estamos nos desafiando com metas ainda mais ousadas e baseadas na ciência, priorizamos o conceito de circularidade nos negócios”, explica Taise Beduschi, gerente de sustentabilidade do Grupo Malwee.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp! 

 

Notícias relacionadas

x