Estadual

Órgãos federais deflagram “Operação Dieta” contra sonegação fiscal em duas cidades catarinenses

De acordo com a Receita Federal os impostos não recolhidos e multas sobre as irregularidades podem passar de R$ 15 milhões

04/08/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Órgãos federais deflagram “Operação Dieta” contra sonegação fiscal em duas cidades catarinenses

Na manhã desta quarta-feira (4), a Polícia Federal, Ministério Público Federal e Receita Federal deflagraram a “Operação Dieta” contra um grupo suspeito de formação de organização criminosa, sonegação fiscal, lavagem de capitais e evasão de divisas. 

Leia mais

Conforme a Polícia Federal, veículos e imóveis de luxo ligados aos investigados foram sequestrados pela Justiça e são alvos de mandados de busca e apreensão. 

Nove mandados expedidos pela Justiça são cumpridos em Balneário Camboriú e Itajaí, contra uma organização empresarial com sede no Litoral Norte catarinense. 

Segundo a Polícia, a suspeita é que os envolvidos mantinham um sistema de “caixa 2” formado por outras empresas que compõem o mesmo grupo econômico. 

As investigações apontam que os alvos da operação faziam transferências de valores indevidos entre pessoas jurídicas, adquiriam bens em nome de terceiros e possivelmente teriam enviado uma remessa de dinheiro de forma ilegal ao exterior. 

De acordo com a Receita Federal os impostos não recolhidos e multas sobre as irregularidades podem passar de R$ 15 milhões. 

Os envolvidos foram intimados sobre o processo de fiscalização envolvendo as transações financeiras.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x