Geral

SC poderá registrar frio histórico? O que se sabe sobre a possibilidade de neve no estado

Simuladores indicam que pode nevar de forma mais abrangente em locais pouco acostumados a ver neve ou que não testemunham o fenômeno por décadas

17/08/2020

Por

SC poderá registrar frio histórico? O que se sabe sobre a possibilidade de neve no estado

Santa Catarina deve registrar nesta semana uma massa de ar polar muito intensa com potencial de ser um evento histórico de frio e neve. Segundo a MetSul Meteorologia, o frio deve ocorrer de maneira continental, ou seja, irá  atingir praticamente a metade do território brasileiro

De acordo com as primeiras projeções, a queda da temperatura no estado será sentida entre quinta e sexta-feira e deverá ocorrer no fim do dia. Como a massa de ar será intensa, é comum que chegue com vento moderado a forte que vai trazer sensação térmica com valores muito baixos, negativos em muitas localidades.

Leia mais:

Uma baixa polar em níveis médio da atmosfera vai atuar sobre o Sul do Brasil. Isso irá fazer com que haja nebulosidade e instabilidade com ar muito gelado em altitude, o que traz uma probabilidade de ocorrência de neve no Sul do país.

Segundo a estação meteorológica, as projeções de neve são diferentes e variam bastante.  O que chama atenção é que diversos modelos e em diversas rodadas desta segunda-feira (17) e dos últimos dias indicaram que pode nevar de forma mais abrangente e em locais pouco acostumados a ver neve ou que não testemunham o fenômeno por décadas.

Os modelos nas últimas horas e dias já indicaram na maior parte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná, e até em Curitiba e no Sul do estado de São Paulo.

Diante deste cenário, há probabilidade de neve é alta mas que hoje não se pode fazer responsavelmente projeções precisas de quantidade e localização do fenômeno.

O que pode e deve ser informado é que deve nevar e não se descarta que forte em alguns locais, e ainda que o fenômeno possa alcançar até pontos menos acostumados ao fenômeno. Somente, porém, nos próximos dias se terá um cenário mais claro.

Como haverá mais nuvens sobre o Sul do Brasil, as mínimas entre quinta e sexta serão baixas, mas não extremas como as registradas ondas de frio mais fortes deste inverno até agora e que se deram com céu claro e ar muito seco. Por outro lado, a presença de nebulosidade deve fazer com que as máximas sejam muito baixas, o que trará dias muito frios e ainda com vento aumentando a sensação de gelo.

 

Notícias relacionadas

x