Colunas

Se você fuma, pare de fumar. Combater o vício exige força de vontade e persistência

Na lista de mortes evitáveis da Organização Mundial da Saúde, em primeiro lugar estão as mortes causadas pelo cigarro

31/05/2021

Por

Se você fuma, pare de fumar. Combater o vício exige força de vontade e persistência

Como todos sabem, fumar causa muitas doenças: câncer no pulmão, na boca, na garganta, na laringe e no estômago. Também leucemia, angina e infarto do miocárdio, enfisema nos pulmões, impotência sexual, bronquite, trombose vascular, catarata, aneurisma arterial, rinite alérgica, úlcera do aparelho digestivo, infecções respiratórias e redução da capacidade de aprendizado e memorização – principalmente em crianças e adolescentes, fumantes passivos, vítimas dos fumantes adultos.

Na lista de mortes evitáveis da Organização Mundial da Saúde, em primeiro lugar estão as mortes causadas pelo cigarro; em segundo as causadas pelo álcool; e em terceiro lugar estão as mortes causadas pelo cigarro em pessoas que não fumam. O ar poluído pelo cigarro tem três vezes mais nicotina, monóxido de carbono e até cinquenta vezes mais substâncias cancerígenas do que a fumaça que o fumante ativo traga.

Fumantes são os que mais morrem por escolha própria, mas também causam o maior número de vítimas, principalmente entre as crianças.  Fumar perto de crianças é ruim, física e psicologicamente – a criança vai achar que fumar é bom e vai querer fumar para imitar os adultos.

Se você fuma, pare de fumar. Combater o vício exige força de vontade e persistência. Existem métodos de auxílio, veja umas dicas que podem ajudar:

Chiclete e adesivos de nicotina – São produtos feitos para liberar nicotina em pouca quantidade, apenas com o objetivo de controlar o vício.

Exercícios físicos – Quem se exercita tem mais chances de abandonar o vício do que os sedentários.

Bupropiona – Remédio usado uma semana antes da abstinência, com acompanhamento médico.

Parada imediata – Você simplesmente para. Os efeitos colaterais podem ser o ganho de peso e a ansiedade.

Parada gradual – Diminua gradualmente o número de cigarros por dia ou retarde a hora do primeiro cigarro.

Com um desses métodos e a sua força de vontade é possível parar de fumar.

Notícias relacionadas

x