Geral

[VÍDEO] Ato marca a celebração dos 55 anos dos Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul

Os bombeiros voluntários atendem em média 35 ocorrências diárias

24/08/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

[VÍDEO] Ato marca a celebração dos 55 anos dos Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul

“Servir a uma causa é honra”, diz o lema dos Bombeiros Voluntários, mas deveria ser acrescentado: “orgulho da comunidade”. A corporação, fundada no dia 22 de agosto de 1966, surgiu da necessidade de atendimento a uma demanda da cidade, que crescia intensamente.

Leia mais

E na manhã de domingo (22), a lembrança dos 55 anos foi simples, mas carregada de emoção, em especial quando a velha sirene emitiu seu som característico do alto da torre no quartel sede, onde houve uma breve solenidade, sem aglomeração e com os distanciamentos e segurança sanitária e uso da proteção individual obrigatória.

A sonoridade é ouvida desde 1968, quando o quartel foi inaugurado. Grupo de bombeiros, membros da diretoria, um dos fundadores Luiz Lanznaster e o eterno comandante, Hermínio Lucioli, também estavam presentes e foram homenageados. Hermínio foi comandante de 1968 a 2000, exceto no interstício de um mandato, sob o comando de Dênis Kopeaki.

Hermínio foi, por 26 anos, o timoneiro da equipe operacional. Sucedeu a Geraldo Werninghaus.

Ele se mostrava feliz pelo fato de a corporação chegar aos 55 anos robusta, bem estruturada e sempre renovada. Não menos feliz estava Luiz Lanznaster, do grupo fundador dos bombeiros, no distante ano de 1966, que lembrou ao JDV, as primeiras ocorrências de incêndios que motivaram a criação da corporação.

“Jaraguá estava florescendo social e economicamente e a fundação dos bombeiros foi uma consequência da demanda da época, para salvar vidas e patrimônio. A corporação cresceu com a cidade e sempre teve apoio das empresas principalmente, de doações particulares e também do poder público para a sua sustentação”, citou Lanznaster.

Luiz lembrou também que os voluntários, nos primeiros anos, vinham até a corporação para os treinamentos das quartas-feiras a pé ou de bicicleta. O som da sirene das quartas-feiras indicavam o chamamento dos bombeiros para a capacitação operacional.

O mesmo som da velha sirene foi ouvido na solenidade de domingo, mas esse, felizmente, foi de comemoração da data histórica dos 55 anos da entidade.

Presidente diz que luta pela sustentabilidade da corporação é permanente

O hino nacional e o hino dos Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul abriram a breve solenidade da manhã de domingo (22). O comandante Neilor Vincenzi, parabenizou os fundadores e pioneiros da corporação e a todos os que ajudaram a construir a história de 55 anos da corporação.

“Temos muito orgulho de continuar a trajetória construída com amor, dedicação, doação e entusiasmo. Hoje temos uma corporação estruturada como Jaraguá do Sul merece”, citou. O presidente José Alfredo Silveira, em nome da diretoria colegiada, destacou as cinco décadas e meia de existência, salvando vidas e patrimônios.

Alfredo disse que a associação mantenedora tem projeto de sustentabilidade – financeira, material e pessoal – em andamento, para que possa continuar com a missão de bem atender a comunidade de Jaraguá do Sul. A ampliação do número de voluntários é uma das metas, assim como a reestruturação dos sub-quarteis para estarem mais próximos da população.

Atualmente são duas turmas em formação e o lançamento de edital para o reingresso de antigos bombeiros voluntários para que retornem ao atendimento, aproveitando a experiência operacional adquirida ao longo dos anos em que serviram à causa.

O presidente observou que a comunidade sempre apoiou os bombeiros e que o seu reequipamento é uma constante para melhorar sempre mais os atendimentos às ocorrências e redução do tempo-resposta.  

Comandante apresenta estrutura dos bombeiros nos 55 anos

Os bombeiros voluntários atendem em média 35 ocorrências diárias, informa o comandante Neilor Vincenzi. Atualmente são 112 voluntários e mais 29 operacionais efetivos (contratados), mais 40 bombeiros em formação que vão engrossar as fileiras e dar suporte nas escalas de plantão.

A frota é composta por dois caminhões de combate a incêndio e resgate, um caminhão de combate a incêndio, dois caminhões tanque, quatro ambulâncias/unidade de suporte básico, duas ambulâncias/SAMU, três automóveis para transporte de pessoas, três colaboradores administrativos, dois no Centro de Atividades Técnicas (CAT).

Também um no centro de capacitação, nove no operacional SAMU, 29 operacional efetivos, 112 voluntários e um cedido pelo município. A sede da corporação é na Epitácio Pessoa e sub-sedes na Barra do Rio Cerro, Nereu Ramos e João Pessoa, onde fica o centro de treinamento.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x