Estadual

Governo de Santa Catarina mantém restrições neste fim de semana e descarta bloqueio total das atividades

De acordo com governo catarinense, “não há uma fórmula pronta e definitiva de enfrentamento da pandemia, sendo necessário um acompanhamento diário do progresso da crise”

27/02/2021

Por

Jornalista apaixonada por cultura e segurança pública

Governo de Santa Catarina mantém restrições neste fim de semana e descarta bloqueio total das atividades

O governo de Santa Catarina protocolou, na manhã desta sábado (27), o documento em resposta ao Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e outros outros estaduais, que pedem o lockdown pelos próximos 15 dias. 

De acordo com a resposta do governo catarinense, “não há uma fórmula pronta e definitiva de enfrentamento da pandemia, sendo necessário um acompanhamento diário do progresso da crise”. 

Leia mais

Ainda de acordo com o documento, são 55 horas de restrições que acarretam na redução de circulação e aglomeração de pessoas. Dessa forma, o decreto atual sobre o lockdown neste fim de semana e no próximo está mantido.

É fato que a situação se agravou nas últimas semanas.  Além disso, segundo o estado, “é na experimentação de quadro valendo-se da matriz de risco com movimentos calculados no sentido de aumento ou diminuição de restrições, quando necessárias, que se encontra o ”ponto de equilíbrio”.

Com relação à recomendação que solicita que seja garantida transparência das filas de espera por leitos de UTI e clínicos no estado, salienta-se que esta transparência já é garantida, uma vez que estas informações estão sendo divulgadas constantemente e, inclusive, são de conhecimento dos órgãos que emitiram a recomendação. De todo modo, serão levadas em consideração as recomendações para que estas informações se tornem de mais fácil acesso à população; para tanto, a área técnica necessita de tempo razoável para avaliação.

Além disso, o governo afirma que os decretos editados nessa última semana deixam clara a possibilidade de os municípios adotarem medidas mais restritivas, baseados nas realidades locais, em consonância com a estratégia da regionalização adotada.

Quer saber das notícias de Jaraguá do Sul e Região primeiro? CLIQUE AQUI e participe do nosso grupo de WhatsApp!

Notícias relacionadas

x